quarta-feira, dezembro 31, 2008

terça-feira, dezembro 30, 2008

Pequenas grandes coisas

São realmente pequenas coisas que valem pelo que valem.
Para qualquer pessoa, são apenas uns pequenos objectos decorativos, ou não, que se encontram em qualquer local.
Para quem as deu e as recebeu, têm um valor tão grande, que só cada uma de nós o pode sentir.
Foram trocas simbólicas, em alguns dos nossos encontros, mas que têm um sabor a partilha, amizade, cumplicidade, sofrimento, risadas, lágrimas de alegria e tristeza, um sem número de significados e sentimentos.
Faltam poucas horas para o Ano de 2008 chegar ao fim. Para muitas de nós, foi um renascer de novo e o criar de uma nova família. A todas, mas a todas, sem excepção, muito obrigada por me terem deixado entrar nas vossas vidas e vos poder ter como Amigas.
Um Novo Ano de 2009 com tudo de bom que vos possa acontecer, muita paz e muita saúde, bem do fundo do coração.

Cinda (para a Gosma Maria Laurinda)



domingo, dezembro 28, 2008

Parabéns


Hoje vou dedicar esta foto do mar que tanto gosto, a todos os aniversariantes.

Muito em especial, a uma mulher, que como eu, o bicho lhe bateu à porta e está em tratamentos. Não vou citar nomes, até porque não foi ela que me transmitiu a situação que está a viver. Estou aqui públicamente, a desejar-lhe tudo de bom, para que consiga vencer como eu venci, e que, estou cá para lhe dar a maior força e tudo o mais que a possa ajudar a superar estes momentos menos bons. Não tenhas receio de pedir ajuda, se for necessário. Por vezes falar é uma boa terapia. Um Ano Novo com tudo de bom que possas desejar. Uma beijoca. Cinda.

sexta-feira, dezembro 26, 2008

Faz hoje um ano

Mais um ano que está quase a chegar ao fim. O Natal já passou, apesar de ainda estarmos em festa, porque falta o Final de Ano.
Parece que o tempo vai num ápice.
Foi há um ano, que eu comecei com o meu cantinho na net. Após várias passagens pelo blogue da Aidinha, e outros a partir do dela, achei que podia partilhar a minha experiência de vida com todos aqueles que me quisessem visitar.
Foi precisamente no dia 26 de Dezembro de 2007, que criei o meu blogue e fiz o meu primeiro post. Na altura, pensei que não seria muito visitada, até porque não estava a ser seguida nos mesmos hospitais que as outras bloguistas, e também não estava muito dentro do mundo da blogosfera.
Enganei-me redondamente. Logo no primeiro post, tive um visitante que também teve um problema oncológico e que o partilhou comigo. Como não podia deixar de ser, a minha amiga Salomé, (aquela que me aturou às compras, na inauguração do Corte Inglês, no dia seguinte à minha biopsia), que só me dizia para que é que estás a comprar tanta camisola.
Quando fiz o meu terceiro post, tive a visita da Isa Guerreiro, da Alda, da Loulou, da Aida e da minha amiga Augusta, que conheci nos hospital, e navegante do mesmo barco. Fiquei muito feliz, até porque a Isa, colocou o meu link no seu blogue, para que me pudessem visitar e conhecer.
Os dias foram passando, e cada vez mais Amigas me visitavam e me davam a maior força para continuar. Se eu já me sentia com muita força e muita vontade de viver, a partir dessa altura, tudo teve mais sentido e senti mais vontade de ajudar quem estava menos bem.
As Amigas foram aparecendo, cada vez mais, fomos trocando os contactos e conversávamos como se há muito nos conhecêssemos.
A primeira a conhecer pessoalmente, foi a Sónia. Foi em vésperas de Páscoa. Conversámos ao telefone e como é da Tocha, fui conhecê-la pessoalmente. Foi uma experiência muito gira, porque sem nunca nos termos visto, começámos logo a conversar de tudo.
As postagens foram surgindo, dia após dia, e cada vez me sentia mais próximo de todas e com vontade de as conhecer pessoalmente.
Até que um dia as conheci, em casa da Aida, que foi a Amiga que eu sempre visitei, e me incentivou a criar o este espaço.
A todas, sem excepção, eu considero a minha segunda família, porque tive a possibilidade de vos poder escolher como tal.
Um bem-haja a todas, e se algumas das minhas maluquices, vos tenha ofendido ou caído menos bem, não foi por mal.
Eu sou mesmo assim, como vocês me conhecem.
Gosto muito, muito de todas vós.
Cinda

terça-feira, dezembro 23, 2008

Feliz Natal


Natal

É para ser todos os dias…Nos nossos corações…nas nossas mentes…
O Natal não está nos presentes…Está na ajuda ao próximo, na compreensão…
É dar-mos as mãos e sentirmo-nos irmãos…
Quando isto acontece…É NATAL!!!
Para todos o melhor Natal.

segunda-feira, dezembro 22, 2008

Gigi


Olá , Olá!!!
Só vim dizer que gostei de ouvir a voz confiante da nossa "Peixa Gigi".
Já fez a quimio hoje e dormiu que se fartou.
Está cheia de garra à espera de amanhã lhe darem as suas células novas.
Força e garra é coisa que não lhe falta.
Um beijão do tamanho do mundo.

sexta-feira, dezembro 19, 2008

Terra dos sonhos




Como sou uma menina muito curiosa, e nunca vou deixar de ser criança, hoje fui fazer uma visita a um local mágico.

Quem vem seguindo as minhas peripécias, deve ter visto que no Verão, fiz um post que tinha como título "Banhos Públicos".
Hoje, esse mesmo espaço está cheio de sonhos, do nosso imaginário, e cá a curiosa da Cinda, teve que o partilhar com os actores que o fazem e com as crianças, que se deliciam com toda aquela fantasia.
O Natal, é uma época mágica para muitos, mas para outros nem por isso...... assim vou dedicar este post todos aqueles que neste momento não podem viver como queriam esta magia, muito em especial à nossa peixa Gigi e ao Caden e Jen.
Gosto muito de todos vós.
PS: dia 24 o programa "Praça da Alegria" vai ser feito em directo da Terra dos Sonhos.
www.terradossonhos.com

domingo, dezembro 07, 2008

Dia de gravação




É verdade, mais um dia em Rio Maior. Hoje somos mais, até porque estão a ser gravadas as vozes de fundo. Está a correr bem, até porque todos se estão a portar à altura de verdadeiros voz off.
Como sempre o comandante sentado á mesa dando as suas dicas e ajudando , para que tudo possa correr como verdadeiras/os profissionais.
Na sala reina o silêncio absoluto, para que tudo corra na perfeição.
Hoje temos vários fotógrafos para que este dia fique bem memorizado. Todos eles sofreram indirectamente todo este drama como maridos e filhos.
A boa disposição reina na sala, todas neste momento estão bem felizmente.
Esperem para ver..........

sábado, dezembro 06, 2008

Com ou sem cão, vamos lá caçar mais um Domingo

Mais um fim de semana. Este também é grande e mais perto do Natal.
Frio, chuva e alguma nostalgia.Vamos lá ver se no Domingo as coisas ficam mais animadas.
Mudando de assunto, gostei do que li na revista Única, que acompanha o jornal Expresso.
El comandante, está mesmo com ar de quem não pensou na encrenca em que se ia meter.
Mulheres como estas vão dar muito trabalho, mas também lhe vão dmuita estofa.
Bjcs

quarta-feira, dezembro 03, 2008

Era uma vez...


No dia 4 de Dezembro de 1960, no Largo Paulino da Cunha e Silva, no nº 19- 2º , na cidade de Santarém, por volta das 5 horas da madrugada, nasceu uma menina, muito gorducha e grandalhona.
Deu uma trabalheira à mãe, porque era muito irrequieta, fazia alergias por tudo e por nada e passava a vida no hospital a pregar grandes sustos, com convulsões febris.
Era uma menina muito mimada, pois era os olhos do seu pai.
Entretanto essa menina cresceu.
Como nessa altura não havia infantários, teve de ir para um colégio de freiras. Passava muito tempo de castigo, porque nunca estava sossegada à mesa e batia em todos os rapazes. Nos dias em que não ia para a escola passava as tardes a descer o corrimão do prédio, com o irmão mais novo dois anos e nove meses, e a brincar na rua com os meninos do bairro.
Nunca teve medo de nada, só os cães lhe faziam um pouco de espécie, coisa que hoje é a sua paixão.
Os anos foram passando, e, porque o pai estava muitas vezes ausente, por causa da guerra colonial, mudou-se com a mãe e o irmão para Ovar, quando tinha dez anos de idade. Aí viveu a sua adolescência, fez as suas grandes amizades, era terrível e refilona, mas sempre muito amiga do seu amigo. Apaixonou-se pelo pai da sua filha, quando tinha 14 anos. Casou, decidiu estudar artes e foi trabalhar para outra actividade, porque as artes neste país são uma utopia.
Aos 31 amos foi mãe de uma menina muito bonita que é a sua razão e a sua força de viver. Aos 45 anos foi-lhe diagnosticado cancro da mama, enfrentou todo o processo de remoção e tratamento e hoje está a contar-vos muito resumidamente, a sua história porque gosta muito de viver e de todas e todos vós, que me ajudaram e ajudam, nesta luta que vamos vencer.
É esta a forma de agradecer todos aqueles, desde os profissionais de saúde, amigos, familiares, muito em especial aos meus Pais e à minha Filhota, todo o apoio e a força que me têm dado, ao longo destes dois anos e meio de vitórias.

Gosto muito de todos vós.

terça-feira, dezembro 02, 2008

Dia Internacional para a Abolição da Escravatura 2 de Dezembro


Abolição da escravatura (1869)
"Fica abolido o estado de escravidão em todos os territórios da monarquia portuguesa desde o dia da publicação do presente Decreto. Todos os indivíduos dos dois sexos, sem excepção alguma, que no mencionado dia se acharem na condição de escravos passarão à de libertos e gozarão de todos os direitos e ficarão sujeitos a todos os deveres concedidos e impostos aos libertos pelo Decreto de 19 de Dezembro de 1854."

quinta-feira, novembro 27, 2008

Ovar terra de pescadores varinas e ajulejos


Como vocês dizem, sou uma vadia, ando sempre a passear.Pois hoje resolvi mostrar-vos um dos espaços comerciais de Ovar, cujas paredes retratam esta cidade.Espero que gostem e as imagens vos aguce o apetite para aqui virem.Continuação de boa semana

quarta-feira, novembro 26, 2008

A Muralha

Façam o favor de se deliciarem com todas estas especialidades e quando forem a Beja, comer bem e do melhor é no MURALHAS.
Ainda faltam as sobremesas: barriga de freira e batata doce assada.

As tradicionais migas alentejanas


Sopa de cação

Ovos mexidos com mioleira Orelha de porco



Presunto 5*




Rojões das tripas, pão de cabeça e alcaparras







Cabeça de borrego


Como a Alda e a Isabel já postaram nos seus blogs, aqui vão mais umas fotos, da tão apetitosa e saborosa comida alentejana, servida no Restaurante Muralhas.
Para quem não sabe, fica situado em Beja, bem no centro histórico da cidade, na rua De Lisboa nº 12 7800 Beja Tel: 284 389 236













segunda-feira, novembro 24, 2008

Mais um encontro











Mais um encontro das amigas do peito e do coração. Desta vez foi em Beja, num espaço lindo, que deu origem a alguns rituais de acasalamento.........
É verdade. Estas mulheres deram para andar às beijocas aos maridos. Não sei se foi a palmeira, que serviu de cenário de fundo, ou o calor que se fez sentir nesta tarde de Outono.
Adorei tudo o que lá se passou. Conheci pessoalmente outras amigas, mas foi como se nos conhecêssemos faz tempo. Foi para mim uma sensação muito especial, poder abraçar a Isabel Guerreiro, pois foi essa menina bonita que primeiro comentou o meu blog, e o deu a conhecer às outras Amigas.
Mas não pensem que o dia ficou por ali!!!!
Após um pequeníssimo descanso nos nossos quartos, no Beja Parque Hotel, fomos jantar ao restaurante Muralhas, que é do Zé, marido da Carmo Parrinha.
Aí é que foram elas!!!!!Tudo quanto é petisco da região, teve de ser provado. No final da noite, já madrugada, estávamos tão atestadinhos de comidinha que tivemos de cantar à Alentejano e contar anedotas, para ver se não comíamos mais.
Na manhã seguinte, lá rumámos até Rio Maior para mais um ensaio, do Projecto Mulheres, que como sempre, correu bem.
Adorei estar com todos, já tenho saudades.AMIGAS, quando é o próximo????
Deixo-vos algumas fotos do jantar, para poderem ficar ruidinhas
Beijocas para todas/os.

sexta-feira, novembro 21, 2008

Parabéns Paxan

Porque quando te vi, gostei logo de ti, não me perguntes.
Mas algo transmites que nos dá força e alegria.
Um beijo do tamanho do mundo e um dia muito, mas muito, feliz.
Beijocas da Cinda e da Margarida

quarta-feira, novembro 19, 2008

Tarde de lazer


Estes últimos dias não tenho tido vontade de escrever coisas novas.

Outras situações absorveram a minha escrita, e verdade se diga, tiveram grandes frutos.

Quando tenho razão vou até ao final, nem que para isso, alguém menos correcto tenha que apanhar por tabela.

Hoje já estou mais despreocupada, até porque ontem passei quase 8 (oito) horas num centro comercial, com uma amiga a ver tudo quanto era loja e a fazer compras.

Minhas amigas, não sei como é que as tias conseguem aguentar esta vidinha!!!! Tenho compras e centros comerciais até para o ano que vem.

Como a curiosidade não mata, fomos conhecer o Mar Shopping, na cidade de Matosinhos, onde também está integrado o IKEA. Apesar de ter sido um bocado cansativo, valeu a pena, até porque é bastante espaçoso, com muita cor, lojas muito bonitas, algumas de exclusivos e depois o IKEA que dá vontade de despejar a casa e só comprar meia dúzia de coisas simples, práticas, com muita arrumação e fáceis de limpar.

Com toda esta descrição, convido-vos a fazer uma visita a este espaço quando vierem ao Norte, assim como à marginal do rio Douro, desde a Foz até à cidade de Matosinhos pelos passadiços sobre o mar.

Continuação de boa semana.

terça-feira, novembro 18, 2008

À grande Gigi

Aqui está a Gigi, após a sua segunda viagem de lua de mel.
De regresso, após mais uma ida a Cacimbinhas e já ter casadao de novo com o João em Las Vegas.
É assim que te quero ver, no próximo verão Miúda. A tua teimosia e força, vão conseguir ganhar defenitivamente.
Ainda nos deves um encontro, estamos todas a torcer por ti até porque queremos mais um espectáculo de Matrafonas.
Forçaaaaaaaaaa, teimosiaaaaaaaaaa,acreditarrrrrrrrrrr, fééééééééé um não sei mais quê de tudo.
Beijossssssss grandessssssss.

Cinda e Margarida.

domingo, novembro 16, 2008

PARABÉNS


Durante o combate, o guerreiro da luz, recebe golpes de que não estava à espera.
E compreende que - durante a guerra - o inimigo vencerá algumas batalhas.
Quando isso acontece, ele chora as suas mágoas, e descansa
para recuperar um pouco de energias.
Mas imediatamente volta a lutar pelos seus sonhos.
(Paulo Coelho)
Assim como este guerreiro, eu te vejo a ti. A maior força do mundo para essa luta que vai ser ganha por ti.
Parabéns guerreira Gigi. Beijos, beijos e mais beijos.
Cinda

sábado, novembro 15, 2008

Resposta ao desafio da Querubim

Como o prometido é devido, aqui vai a resposta, já um pouco atrasada, ao desafio proposto pela Querubim.
Pois bem :

1- Publicar uma foto pessoal



2- Escolher uma bando ou cantor:
Rui Veloso
3- Responder a algumas perguntas com títulos de música ou nomes de cantores e / ou bandas:
a) És homem ou mulher?
"Menina estás à janela" (Vitorino)
b) Descreve-te:
"Mulher de Armas" (Rui Veloso)
c) O que as pessoas acham de ti?
"Bem-me-quer" (Rita Lee)
d)Como descreves o teu último relacionamento?
"O que tinha de ser" (Maria Bethânia)
e)Descreve o estado actual da tua relação:
"Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades" (José Mário Branco)
f)Onde querias estar agora?
"Menino do Rio" (Caetano Veloso)
g)O que pensas a respeito do amor?
"A felicidade" (Gal Costa)
h)Como é a tua vida?
"Começar de novo" (Simone)
i)O que pedirias se pudesses ter só um desejo?
"Todo o tempo do Mundo" (Rui Veloso)
j)Escreve uma frase sábia:
"Amo a liberdade. Por isso, deixo as coisas que amo livres. Se elas voltarem, é porque as possuí, se não voltarem, é porque nunca as tive" (John Lennon).
4- Por fim, tenho a difícil tarefa de desafiar quatro pessoas. Como me atrasei, a responder, vai ser um pouco difícil não repetir quem já tenha sido desafiado.
Pois então aqui vão:
Anastácio Soberbo
Carla Grileiro
Carla Pedro
Linda Carmo
Para todas/os um óptimo fim de semana.

terça-feira, novembro 11, 2008

Quem espera desespera


Estas duas fotos têm diferença de de cinco horas, sendo o local o mesmo.

Hoje estou em dia de reclamação. Parece que vivemos num País de Terceiro Mundo.
Pois resolvi postar a reclamação que fiz esta tarde para várias instituições responsáveis pela saúde no nosso País. Lamento que não haja muitas Mafaldinhas como eu. Aqui vai........
Exmº. Sr. Presidente da Câmara Municipal de Ovar : Dr. Manuel Alves de Oliveira
Sr. Vice Presidente : Dr. David Almeida
Sr. Vereador : Prof. José Américo

Tomei a liberdade de lhes enviar este mail, para que, tomem conhecimento da revolta dos utentes do Centro de Saúde de Ovar.Como será certamente do vosso conhecimento, a unidade de saúde de Ovar vai abrir uma extensão de saúde na freguesia de S. João de Ovar e para tal está a chamar todos os utentes do concelho para actualizar o ficheiro.Contra esta situação nada haverá a contestar, só que, essa actualização implica todos os utentes, independentemente da freguesia e do médico de família. Esta é a nossa revolta, porque a nosso ver, nesta altura, apenas deveriam ser chamados os utentes da freguesia de S. João e os utentes dos médicos que para lá são transferidos.Ainda mais, a carta que recebemos, dá-nos um prazo de 8 (oito) dias para efectuarmos a actualização, com um horário de 5 (cinco) horas diárias e num tom ameaçador que passo a citar na integra:A partir desta data limite, os utentes que não tiverem efectuado a confirmação, serão distribuídos pelos Médicos de Família de acordo com a capacidade existente nos respectivos ficheiros. Gostaria de ser informada se esta situação é legal, continuando eu a residir na mesma morada e o meu médico de família não se ausentar deste Centro de Saúde. Se é, qual o decreto que a regulamenta? São horas de espera intermináveis, cerca de 7 (sete) horas de fila de espera, o que me parece incomportável para uma pessoa normal, quanto mais para pessoas idosas, na sua maioria.Este descontentamento, já veio a público através da Comunicação Social , nomeadamente no Correio da Manhã e na RTP , e infelizmente já foi necessária a intervenção da PSP.Será que efectivamente todos os utentes terão que se deslocar ao centro de saúde nesta altura? Ou esta actualização poderá ser efectuada gradualmente, sendo apenas necessário neste momento a confirmação dos utentes da freguesia de S. João e dos Médicos que vão ser transferidos? Venho apelar para que algo seja feito, para que esta situação não prejudique ninguém.Mais informo, que este mail foi enviado para as seguintes entidades:Departamento de Saúde Pública e Planeamento, Equipa dos Cuidados de saúde Primários,Equipa de Coordenação Regional da RNCCI, Gabinete do Cidadão,Alto Comissariado da Saúde e Observatório Português dos Sistemas de Saúde.
Desde já agradeço a vossa atenção e aguardo, respeitosamente uma resposta.

Lucinda Maria Pinto de Almeida

segunda-feira, novembro 10, 2008

Definição do Amor


É um nada Amor que pode tudo;
É um não se entender o avisado,
É um julgar o parvo por sisudo;
É um parar os golpes sem escudo,
É um cuidar que é e estar trocado,
É um viver alegre e enfadado,
É não poder falar e não ser mudo;
É um engano claro e mui escuro,
É não enxergar e estar vendo,
É um julgar por brando o mais duro;
É um não querer dizer e estar dizendo,
É um no mais perigo estar seguro,
É, por fim, um não sei quê que não entendo.


sexta-feira, novembro 07, 2008

Bom fim de semana


Mais uma semana que chega ao fim.

Que bom, dizemos todos. Vem aí o fim de semana, para dormir mais um bocadinho.

É verdade que todos ansiamos pelo fim de semana, mas esquecemos que esse desejo permanente encurta as nossas vidas.

Sem querer, vivemos tão velozmente que nem podemos apreciar as coisas simples da vida, assim como o nascer ou o por do sol,o belo que é a chuva a cair lá fora, o lume a arder na lareira, as folhas das árvores a mudarem de cor, um sei lá de situações que a vida deixa fugir.

Como estou decidida a fazer um fim de semana " higiénico ", posto uns pequenos desenhos, feitos por uma adolescente (à algum tempo atrás) que me fez pensar seriamente, como queremos que a vida corra depressa e nada façamos para que seja mais limpa e bela.

Um bom fim de semana.

quinta-feira, novembro 06, 2008

Parabéns


Hoje o Gosmo (Paulo), marido da Gosma, faz anos.
Vamos lá ver, qual prenda que a Gosma lhe dá!!!
Será que é a tão desejada, máquina fotográfica?
Será que vamos ver fotografias da cidade luz, com uma nova objectiva?
Seja o que for, desejo que tenha um dia muito feliz, com muita saúde e que todos nós lhe possamos dar os parabéns, por muitos e muitos anos.

quarta-feira, novembro 05, 2008

Vontade de viver


O que vos vou contar, é uma história de vida que aconteceu faz muito tempo e nem por isso a vontade de viver e lutar pela vida foi destruída.
As fotos que postei, são de um companheiro de piscina, que apesar da sua deficiência motora, faz a sua vida normal.
Quando da guerra colonial, este amigo perdeu os seus membros inferiores na Guiné, por causa do rebentamento de uma mina. Não baixou os braços, lutou e continuou a fazer a sua vida normal, com a ajuda de próteses e da sua família.
Hoje está reformado, e como tem uma vida mais sedentária, foi aconselhado pelo médico a fazer hidroterapia. A sua escolha foi a piscina do condomínio de Esmoriz, a mesma que eu frequento, porque é de água salgada e a terapeuta que o acompanha é muito cuidadosa e conhecedora das dificuldades dos seus doentes, transmitindo-lhes confiança.
No fundo, esta postagem também é dedicada à terapeuta, a pedido do Sr. X , porque se não fosse a boa vontade e a percistencia dela, ele ainda não tinha perdido o medo da água.
Vamos seguir o exemplo deste senhor e lutar para que possamos nunca perder a vontade de viver.

domingo, novembro 02, 2008

Uma noite de emoções






















Ontem fui ver o espectáculo do grupo My Dream, ao coliseu do Porto.
Não era para mim desconhecido o seu trabalho, até porque já tinha visto na televisão, e lido várias criticas a seu respeito, todas favoráveis.
Na realidade por mais que vejamos as coisas no pequeno ecran, ou até em tela gigante, nunca conseguimos ter a percepção real dos sentimentos e das expressões de cada artista.
Para mim, a noite de ontem foi de mágica. Eu estava sentada na cadeira naquela sala inconfundível, que é o Coliseu do Porto, a assistir a algo que parecia irreal.
O movimento sincronizado e expressivo, de bailarinos deficientes auditivos, era como que tudo ali fosse ouvido com a maior das clarezas. O bailado executado por invisuais, sem uma única falha de marcação, o ar alegre e expressivo de cada um, como se estivessem a ver.
As músicas tocadas por invisuais, com tanto sentimento e certeza, que qualquer um dos mortais não pode ficar insensível. Já para não falar, das canções que por dois dos artistas foram cantadas em português.
O Amor de José Cid, penso que é este o nome da canção que já faz alguns anos que representou Portugal na Eurovisão, e a Canção do Mar de Dulce Pontes, tendo posto toda a audiência de pé e a cantar com eles.
Foi realmente uma noite de muita emoção, de risos, de choros, de dança, de palmas, que somente ao vivo e de tão perto, conseguimos sentir.
Saí daquela sala com um sentimento de inferioridade tão grande, que nunca pensei sentir na vida.
Ganhei mais força para continuar toda a minha caminhada, com mais garra e cada vez com mais Vontade de Viver.
Estou a escrever este texto e não sei se alguma coisa está menos bem dita, mas é aquilo que realmente me vai na Alma e que realmente senti.
Só posso dizer que gostei, gostei, gostei e é uma grande lição de vida que aquele jovens dão à Humanidade.
PS: desculpem as fotos, pois foram tiradas às escondidas

sábado, novembro 01, 2008

Porto visto de Gaia











Como vos disse no poste anterior, ontem estive na Invicta.
Apesar de não ter sido muito proveitosa a tarde, sempre deu para tirar umas fotos da esplanada do centro comercial, para vos poder mostrar um bocadinho desta bonita cidade que é o Porto.
Espero que gostem, pois para a semana vou mostrar a cidade a uma amiga e aí já vos poderei mostrar, os belos recantos desta cidade escura, mas muito bonita.

Nem tudo é o que parece.


Ontem fui até ao Arrábida Shopping, a pretexto de ir ver mais uma feira de rebaixas de grandes marcas "Shock Store".

Fiquei deveras desiludida. Mais parecia um mercado de rua ou quase a feira da Vandoma na Sé.

Uma enorme tenda montada, no parque de estacionamento exterior, onde vários comerciantes exibiam os seus trapinhos.

Nada de especial, apenas aquilo que já não é vendável, super fora de moda e qualidade nem se fala.

Minhas amigas, parece-me que estas feirinhas, feitas assim para esgotar o que já não se usa, não dignifica muito a nossa moda e até mesmo os grandes costureiros internacionais.

Mas pronto. Foi mais uma tarde, vim para casa sem compritas e desiludida, com tanta publicidade enganosa.

O melhor mesmo é esperar pelos saldos, e aí sim, fazer umas compras em condições.


quinta-feira, outubro 30, 2008

Porquê rosa ?



No mundo Ocidental, o rosa é a cor as mulheres. Quando nasce uma rapariga tudo é rosa, enquanto que se for um rapaz o azul é a cor escolhida.
Ao mesmo tempo o rosa é uma cor brilhante, vibrante e forte. Tudo o que o cancro não é.
O cancro da mama é uma doença muito particular, sendo que o peito é uma parte importante da mulher.
Todos os movimentos de aumento da consciencialização bem como o apoio para a procura da pesquisa são muito positivos. Laço Cor-de-Rosa não é somente um símbolo para o cancro da mama, mas também um símbolo para a marcha de Dime e do seu esforço na luta dos nascimentos prematuros para salvar os bebes e descobrir a cura para deficiências após o nascimento. O Laço Cor-de-Rosa representa também os pais biológicos e o cancro nas crianças. É também comum que os documentos entregues a um advogado inglês sejam amarrados com um laço cor-de-rosa.


Este texto foi tirado da Wikipédia.
Hoje é o dia rosa.