terça-feira, outubro 21, 2008

Porquê a mentira?

Existem coisas que acontecem ,as quais nunca pensamos ser possível alguém poder fazer ou pensar.

Esta frase é só uma pequena introdução à história que vos quero contar.HÁ uns meses atrás, fui abordada por um amigo. Pediu-me que o contactasse, pois poderia ser que eu ajudasse a sua companheira. Esta abordagem, foi feita após ter lido o meu blog. Eu como sempre, tipo INEM, lá fui saber do que realmente se tratava.
O meu amigo e a companheira receberam-me na sua casa, e qual o meu espanto, quando me diz que ela tinha leucemia crónica. Fiquei de imediato disponível para a ajudar, até porque, segundo eles, os pais não eram favoráveis àquela união, por causa da diferença de idades entre eles ser muito grande.
Desde aí, passei a frequentar a casa, no intuito de ajudar e até de a acompanhar às consultas que dizia fazer.
Nunca pus em causa a doença, até porque me foi transmitida por ambos. A sua forma de estar e tudo o mais assim o indicava. Não estava a trabalhar, o que para mim era normal, sentia-se cansada, triste e com pouca vontade de dar a volta a toda a situação.
Com o passar dos dias, e como já tínhamos mais confiança, propus a vinda dela para o Hospital de S. Sebastião, uma vez que eu estava a ser seguida por lá e era mais fácil em todos os sentidos.
Os dias e as "consultas" seguiam-se e nunca havia possibilidade de eu estar presente, por isto ou por aquilo, ou porque o pai a acompanhava. Quanto a isso nada tinha a interpor.
Uma das vezes que tive de me deslocar ao hospital, até cheguei a perguntar qual a possibilidade de admitir mais um doente, o que me foi logo facilitado sem qualquer objecção.
O tempo foi-se passando e ia-me transmitindo que o seu estado estava cada vez pior e que o companheiro não a ajudava, sentindo-se cada vez mais só, chegando a propor-me que, se alguma vez eu fosse questionada por ele que não lhe respondesse.
Não achei lá muito correcto, mas quem sou eu para me interpor entre casal? Até porque me dizia sempre que o "pai" a acompanhava, o que eu achava muito louvável.
O tempo foi passando, os contactos presenciais foram escasseando assim como o contacto telefónico, era apenas por SMS.
Na passada terça-feira o bomba explodiu.
A companheira do meu amigo, não tem doença nenhuma do foro oncológico, aproveitou -se sim, com essa mentira, para extorquir dinheiro a algumas pessoas, alegando que tinha de fazer pagamentos e que seriam restituídos após finalizar um "negócio" que nunca existiu, acabando por enganar tudo e todos.

Não sei porque vos conto tudo isto!!!Sei apenas que fiquei demasiado magoada, porque não se brinca com uma doença tão grave, quando ha pessoas que estão a lutar agarradas à vida para combater o "BICHO".Eu lutei e continuo a lutar para estar viva. Como pode ser possível alguém fazer uma coisa destas!!!
Minhas Amigas/os, não nos deixemos enganar, porque estas pessoas são doentes sim, mas da mentira (Pseudolalia).

12 comentários:

Nela disse...

Obrigada por dares este testemunho.
Vou colocar no meu blog. Pode ser?

Querubim disse...

Boa noite Cinda,realmente estas pessoas brincam com coisas tão sérias não fazem ideia o que nós passamos para lutar contra a doença e aproveitarem-se da boa vontade dos outros estou solidária contigo tens motivos para estar magoada e é muito triste empenharmo-nos no bem estar dos que precisam a vires a saber que é tudo mentira!
Não viste hoje no Fátima Lopes?
Uma mãe que usou a filha disse que a menina era doente oncológica e acho que disse do filho também até angariou fundos e as pessoas davam-lhe dinheiro para ir ao hospital e era tudo falso. Queria era dinheiro! Como podem brincar com coisas tão sérias???
Amiga...que mais te posso dizer?
Olha serviu para a próxima duvidares é triste mas que fazer???
Beijinhos e estou contigo!!!!!

Cinda disse...

Claro que podes Nela. É bom que se saiba o que por aí anda e cada vez mais as pessoas brincam com coisas sérias. Beijocas.

Cinda disse...

Claro que agora vou estar de pé atrás com quem não conheço bem ou até mesmo com aqueles que me possam pedir ajuda. Lina não vou mais sair magoada, porque tudo isto implicou com o meu estado de saúde e com o meu bem estar.Essa do programa não vi mas a minha prima contou-me, estava chocada com tudo aquilo porque viveu de perto toda a minha situação e conheceu a pessoa de quem falo.
Obrigada Amiga beijocas para ti e para a tua cara metade.

Isa disse...

Cinda!
Mulher de coragem!
Finalmente o acabou o circo de que tu já desconfiavas e me tinhas falado.
Na realidade num dos dias que fui ao encontro da Cinda para tomarmos um café, apareceu uma pessoa amiga da Cinda, que vinha um pouco alarmada e ao mesmo tempo desconfiada da doença da tal amiga.
Eu, mesmo sem querer, assisti à conversa e verifiquei a aflição das duas, pois a tal "doente" num curto espaço de tempo enviou algumas 12 mensagens à amiga da Cinda, e pelo que me foi dado observar essa pessoa é na realidade "doente" , mas não do foro oncológico, talvez do psíquico, e não haja dúvida que está a precisar de tratamento.
Bem que a Cinda e a amiga já desconfiavam desta situação, mas brincar com uma doença tão grave para estorquir dinheiro aos amigos, francamente!...
Cinda, desculpa ter dito isto aqui, mas estou do teu lado e pessoas como essas não interessam, vamos é marcar novo encontro.
Bjos
Isabel

Cristina J. disse...

Acabei de ler este teu testemunho no blogue da Nela e estou mesmo "reviravoltada" com tamanha falta de respeito!

De facto quem faz uma coisa destas (e a pensa e estuda)tem que ser doente...só pode! e um doente a precisar de tratamento rápido. Alguém no seu juízo perfeito se lembra de dizer que tem Cancro?!!!!
Cinda, estas pessoas normalmente não procuram pessoas ao acaso, escolhem-nas por saber da sua bondade e disponibilidade para ajudar... tu és isso, por isso foste burlada. Porque és uma boa pessoa, e não será uma aberração destas que te vai mudar...

Agora, que custa a engolir, ai isso custa, até por quem está de fora.
Infelizmente hoje por dinheiro já se faz de tudo, até inventar a falta de saúde!

Bjinhos grandes e arrebita que nós estamos por aqui ao teu lado, e sem joguinhos sujos desses.

IsaLenca disse...

Cinda, vi também no blogue da Nela! Há pessoas com lata para tudo e conseguem encontrar sempre "amigos" que devido à sua sensibilidade e boa vontade conseguem burlar.
É importante apresentar SEMPRE queixa na polícia, falar com jornalistas para colocar nos jornais para de alguma forma evitar essa teia de aranha peçonhenta!!
Pela net sabemos e está provado que já há anos que há pessoas que se aproveitam da boa vontade das pessoas para difundir pedidos de ajuda: falta de sangue; crianças desaparecidas; medicamentos e produtos milagrosos...imensos! Agora até pessoalmente o fazem!! Revolta imenso! Imagino o nojo e decepção que sentiste! Mas faz queixa!

Como dizem os brasileiros "deita para trás das costas" e toma lá uns miminhos das amigas que - apesar de ter sido pela net- são mesmo Amigas!
Bjs

Cinda disse...

Obrigada a todas pelo vosso apoio, outra coisa não era de esperar.
Vamos sim denunciar e apresentar queixa, pois é isso mesmo que essas pessoas precisam, mesmo que outras possam vir a ser prejudicadas, sinal que poderão estar tambem envolvidas.
Bjs e já estou mais recomposta.

Alda disse...

Cinda, realmente nem sei o que dizer mais...
Mas fazes bem apresentar queixa, não se pode deixar passar uma barbaridade destas...
Um beijinho

Isa disse...

olá Cinda.
um beijinho,fica-se de boca a aberta com tamanha mentira...como é possivel....

Querubim disse...

Ontem não conseguía entrar no teu blog hoje já deu, olha Miga é seguír em frente é triste não podermos confiar totalmente nas pessoas e um dia alguém vai mm precisar de ajuda e tu já nem sabes se deves ou não ajudar...Beijinhosss

AnaMar disse...

Tenho noção de que há pessoas para tudo...Mas há pessoas assim?!

A mentira compulsiva é uma doença sim, mas não me parece ser este o caso. Infelizmente é um caso de burla , daqueles que se vêem em filmes. Lamento que tenha estado tão perto de si.
Um abraço e obrigada pela visita.

E força muita força, para viver assim, em comunhão com a vontade de viver. E sorrir