quarta-feira, dezembro 03, 2008

Era uma vez...


No dia 4 de Dezembro de 1960, no Largo Paulino da Cunha e Silva, no nº 19- 2º , na cidade de Santarém, por volta das 5 horas da madrugada, nasceu uma menina, muito gorducha e grandalhona.
Deu uma trabalheira à mãe, porque era muito irrequieta, fazia alergias por tudo e por nada e passava a vida no hospital a pregar grandes sustos, com convulsões febris.
Era uma menina muito mimada, pois era os olhos do seu pai.
Entretanto essa menina cresceu.
Como nessa altura não havia infantários, teve de ir para um colégio de freiras. Passava muito tempo de castigo, porque nunca estava sossegada à mesa e batia em todos os rapazes. Nos dias em que não ia para a escola passava as tardes a descer o corrimão do prédio, com o irmão mais novo dois anos e nove meses, e a brincar na rua com os meninos do bairro.
Nunca teve medo de nada, só os cães lhe faziam um pouco de espécie, coisa que hoje é a sua paixão.
Os anos foram passando, e, porque o pai estava muitas vezes ausente, por causa da guerra colonial, mudou-se com a mãe e o irmão para Ovar, quando tinha dez anos de idade. Aí viveu a sua adolescência, fez as suas grandes amizades, era terrível e refilona, mas sempre muito amiga do seu amigo. Apaixonou-se pelo pai da sua filha, quando tinha 14 anos. Casou, decidiu estudar artes e foi trabalhar para outra actividade, porque as artes neste país são uma utopia.
Aos 31 amos foi mãe de uma menina muito bonita que é a sua razão e a sua força de viver. Aos 45 anos foi-lhe diagnosticado cancro da mama, enfrentou todo o processo de remoção e tratamento e hoje está a contar-vos muito resumidamente, a sua história porque gosta muito de viver e de todas e todos vós, que me ajudaram e ajudam, nesta luta que vamos vencer.
É esta a forma de agradecer todos aqueles, desde os profissionais de saúde, amigos, familiares, muito em especial aos meus Pais e à minha Filhota, todo o apoio e a força que me têm dado, ao longo destes dois anos e meio de vitórias.

Gosto muito de todos vós.

23 comentários:

Nela disse...

Era uma vez uma menina que nasceu no dia 17 de Fevereiro de 1961 (já tu tinhas mijado muitas fraldas), em Lisboa, na freguesia da Pena. Passado uns anitos (poucos!), conheceu uma doida chamada Maria Laurinda! Essa doida varrida, embora faça hoje 48 anos, não tem tino nenhum, mas é muito BOA PESSOA!!! Esta aqui gosta muito dela...

M U I T O S P A R A B É N S ! ! !

Cinda disse...

Só outra Mulher como eu me poderia responder assim a esta história de brincar.
Obrigada Nela.Também gosto muito de ti. Até Domingo.Vamos festejar.

Quem Não Tem Cão disse...

Cinda, que bom conhece-la e saber a historia dessa grande menina que já nasceu grande!
É bom estar consigo nesta nova aventura! E o melhor...
Beijo enorme de parabens!
RG

Mrs. Sea disse...

Parabéns, parabéns, parabéns...
Muita saúde e muitos anos de vida cheia de felicidade!
Bjins

Isa disse...

Cinda, como tu és linda desde pequena!
Muitos parabéns pelo aniversário e pela luta travada, és uma grnde mulher!
Ah, mas então, nem um cafezito?!...
Beijinhos meus e do Quim.
Isabel

Cristina J. disse...

OLha Maria Laurinda, quando eu nasci, por acaso também no Distrito de Santarém,mais precisamente em Rio Maior, já tu tinhas afiado muitos lápis de carvão... e queira Deus já não usasses fraldas!

E trabalhinho continuas a dar...a nós, que temos que ter uma pedalada de adolescentes para te acompanhar nas maluqueiras. Parece que o colégio de freiras não resultou...

Jokas grandes e um dia muito feliz

Alda disse...

Parabéns amiga!
Já eras fresca em miúda... hehehe
Essa, de bateres aos rapazes adorei!!!
Um dia muito feliz
beijinhos grandes

Loulou disse...

Parabéns, minha querida.

Que a vida te sorria sempre

Beijocas

Gatapininha disse...

Olá Cinda!

Muitos parabéns, muitas felicidades e muitos bejinhos:)
Que esta data se repita por muitos e muitos anos!

Mimas disse...

Ai Cinda, que bom que finalmente deixo de associar o 4 de Dezembro a um 'acidente' de aviação de há 28 anos atrás, desculpa o desabafo!

Mas muito melhor foi sobretudo ter-te conhecido, isso sim, muitos parabéns amiga, que venham muitos e com muita saúde!


Vou dedicar-te uma musiquita lá na minha parvoeira, ok?!

Bjcs

Paula disse...

Parabens por hoje
Felicidades para sempre


Adoro-te miuda

Vivam as doideiras.......

BJFS GGGGGG

Cinda disse...

Obrigada, obrigada e obrigada.
Quanto à história, a minha mãe disse que não contei, nem metade.
Vejam se sabiam toda......
A minha filha ontem disse à Guida, que vai crescer e a mãe vai ficar sempre assim, já não tem remédio.
Gosto muito de todos vós.

imel disse...

Parabéns sua lindona!!!!! Desejo-te um dia muito feliz na companhia do teu tesourinho.

Que tenhas muitos anos de vida, cheios de saude e muita alegria junto dos que mais amas. E continua assim com essa irreverência toda, que a malta gosta de ti assim.

Um abraço do tamanho do Mundo

Querubim disse...

Olá Cinda parabéns!
É apenas um relato de vida porque muitos mais terás para contar, os netinhos ;) as Artroses :) aquelas coisas da PDI que todas nós havemos de nos queixar por PC´S muito mais modernos ;)
Um dia muito feliz!!!
Beijokas

laura disse...

*****

Cinda linda!

Vão tarde mas são do coração.
Que contes muitos e que a gente te acompanhe.

Ao ler a tua história mais uma vez defendo a tese que meninas em colégios de freiras ou dão beatas tenebrosas e recalcadas... ou
assim como tu. Foi melhor teres ficado assim. Parabéns!

Beijinhos,
laura

Anastácio Soberbo disse...

Olá Cinda
Eu nunca, mas mesmo nunca minto a ninguém.
Creio (para não mentir)que é a 3ª vez que entro no seu blogue.
Hoje entrei com mais calma, fui lendo e lendo.
Não quero ser mais um a dizer que Deus é forte, porque estava a mentir se tal escrevesse.
Mas admiro a sua luta, respeito as suas palavras e sei bem daquilo que (fala).
Como alguém um dia me disse:
_Se consegues apertar os atacadores dos sapatos é sinal que estás vivo.
Isso mesmo lho digo eu agora.
Vá treinando para as "Janeiras" que o resto é bla bla bla...
Um beijinho grande para si e não deixe de dar corda ao relógio.

Anónimo disse...

Uma abraço grande, muitas felicidades e uns bons anos cheios de surpresas e alegrias.
Carmen.

cilinha disse...

Parabens e muitas felicidaes mmmmmuitos anos de vida ,cheios de alegria e principalmente com muita saude e muitas vitorias ,sao os meus desejos para uma mulher vencedora como a Cinda.....

Parabens
beijnhos

Liliana disse...

Parabéns a voçê, nesta data querida, muitas felicidades, muitos anos de vida!!!

Nascida em Santarém??!!
Que grande, grande surpresa!!!
Parabéns redobrados amiga scalabitana. Esta terra ainda faz coisas boas...

Beijo grande.

Isa disse...

olá cinda, mai uma vez, um beijinhi de parabéns.
Estou com problemas no meu msn.
Qd eu nasci aqui para estes lados, ja tua estavas a chagar a Ovar.eheh
beijos

IsaLenca disse...

O meu post de ontem ....foi-se!! Não consegui postar- deve estar sensurado!
Mas parabéns novamente e....continua assim cheia de energia e boa disposição! Bjs

Cinda disse...

Sensurado????Vamos ter que apresentar já uma queixa que o tempo da ditadura já acabou.
Bigada, recebi o teu mail e adorei. Beijocas e até dia 13 ao vivo e a cores.

Carla ervilha disse...

:)) Gosto muito de ti, Cindinha :) Um beijo muito grande*