sábado, julho 04, 2009

Doces, artesanato e tradições na cidade de Aveiro


Na passada quinta-feira. fizemos uma visita à feira de artesanato de Aveiro. Falo no plural, porque, além do par de jarras habitual, também tivemos a companhia de duas irmãs da Margarida, do cunhado e da sobrinha Maria.

Fomos pelo fim da tarde para um jantar, numa das tendas representativas da gastronomia da região. Companhia do Champanhe e do Leitão, foi o nosso poiso. Comemos, bebemos e de seguida percorremos os pavilhões da FARAV'09. É a 30ª edição desta feira, que no seu início se realizava no antigo recinto da Feira de Março, junto às margens da ria de Aveiro, em pequenas barraquinhas de madeira, pintadas com as cores das casas típicas da praia de Ílhavo, onde a ria se funde com o mar.
Escusado será dizer, que tive de fazer várias provas dos vários doces das variadíssimas regiões.

Realmente eram bastantes e muito bem representadas. Desde as riquezas naturais às gastronómicas, nem sei como as descrever. Felizmente sou uma sortuda, já conhecendo a maioria delas. No entanto, não quero ficar sem vos aconselhar alguns dos lugares que vale a pena visitar, não só pela sua beleza, mas também pela gastronomia.
Em Vouzela, de 5 a 10 de Agosto, as festas do castelo, assim como fazer os passeios pedestres que ali se realizam, percorrendo a serra do Caramulo.
Na zona da Ria de Aveiro, as salinas de ancestrais métodos de recolha de sal, a Reserva Natural das Dunas de S. Jacinto, sempre acompanhado de máquina fotográfica para registar a beleza natural daquela zona, assim como os belíssimos pássaros que ali se encontram. O Museu de Ílhavo, a fábrica de porcelana da Vista Alegre, os azulejos de fachada e as capelas dos Passos em Ovar.

Paralelamente à costa, o interior tem locais belos, para um fim de semana cheio de aventura.Visite as Pateiras de Fermentelos e Frossos, a Cascata da Cabreira, a Serra da Freita, a Frecha da Mizarela, as pedras parideiras e conheça as aldeias de xisto e pedra, perdidas no meio das serras.
Penso que já vos dei motivos mais que suficientes para visitar a minha região, e acreditem que é muito bonita porque a conheço.
Voltando à noite da Feira de Artesanato, comi um não sei quantas variedades de doces, mais os que comprei, e ainda hoje ando a devorar.
Gostei de ver os vários artesanatos das regiões, mostrando que as tradições ainda não se esvaíram totalmente, pelas miniaturas que os artesãos vão fazendo.
A partir do dia 10 de Julho até ao dia 19, vai decorrer em Oliveira do Bairro, a II Feira do Cavalo, onde a gastronomia e os costumes da região vão estar, mais uma vez, presentes.
Aproveitem as férias para conhecer melhor as coisas boas e bonitas que o nosso País ainda vai tendo para nos dar.
Para todas/os um bom fim de semana.

5 comentários:

Nela disse...

Pois! Já vi que tens tido imenso trabalho... Coitada!
Parva!

Beijinhos e vê lá se não te cansas este fim de semana... Descansa para estares a postos para uma semana de trabalho...

Alda disse...

É só laró...
Fazem vocês muito bem!!! Bom fim de semana, e bons passeios.
Beijos

Cristina J. disse...

Que nos digas que andas a lorear a pevide, eu já nem ligo... nem me dá urticária. Mas que essa informação venha sempre seguida de "docinhos" chiça pá, Maria Laurinda, assim uma gaja irrita-se!
A sério que se irrita!

Vai dar banho á cadela mas é...

paula simoes disse...

Olá Cinda

Obrigada amiga pelo carinho, pela força e pela amizade

Bom domingo com tudo de bom

Beijinhos de Luz e do tamnho do Mundo

Lina Querubim disse...

Boa noite!
Lá anda ela nas lides dela sempre atenta a tudo CUSCAAAAAAAAAAAAA :) beijokas e que bom mostrares o que a tua cidade tem de bom ;)