sábado, agosto 29, 2009

Parabéns Nyny, Carlinha e Lia



Hoje é um dia muito especial para mim. Faz 17 anos que a minha filha nasceu. Sim, porque devia ter nascido, dois dias antes. Sempre Cturbo, como me chamam, achei que ainda não eram as dores suficientes para se ter uma criança e a rapariga, lá chegou dois dias depois do que ela queria.


Foi num dia chuvoso de Agosto, era sábado, mas cheio de muita felicidade. Nascera a minha razão de lutar e viver. Não foi nada difícil, tudo correu lindamente e por volta das 11,45 da manhã, com apenas três horas de contracções, saiu disparada a menina dos meus olhos. Cabelos muito escuros, olhos castanhos, 3,350kg de peso e 52cm de comprimento


Um beijo de Parabéns, do tamanho do Mundo FILHOTA.


Para as nossas meninas, Carlinha e Lia, as maiores felicidades, um grande beijo e tudo de bom.




segunda-feira, agosto 24, 2009

O Circo não pode morrer. Viva o Circo

















































Neste fim-de-semana, fui ao Circo. Fazia tempo que não via um espectáculo ao vivo. Muitas são as vezes que temos oportunidade de ver na televisão, mas nada é mais entusiasmante e vibrante, do que estar ali bem pertinho de quem vive a sua arte.




O Circo Victor Hugo Cardinali, está na praia do Furadouro até hoje. No sábado fiquei muito satisfeita por ver tanta gente a assistir ao espectáculo e aplaudindo de pé, toda a companhia.






Desde a atracção principal, o leão branco, até todo o resto do elenco, foram 2h30mn de magia.




Muito obrigada a todos quantos ainda fazem do Circo, a sua forma de estar e viver, quando esta é cada vez mais difícil.













sexta-feira, agosto 21, 2009

Paula Amorim partiu, após, mais de três anos de Luta Titânica

"Chama-se Paula Amorim, tem 49 anos, é natural de Arcos e Valdevez e é também mais uma vítima do cancro. A sua experiência pessoal com uma das doenças mais temidas da actualidade está agora descrita num livro, intitulado Luta Titânica - Eu e o Cancro. A obra retrata toda a experiência de Paula Amorim desde que, a 21de Dezembro de 2005, lhe foi diagnosticado um carcinoma nos ovários em estado muito avançado. Chegou a fazer seis horas diárias de quimioterapia, e foi-lhe inclusivamente dado um prazo de sobrevivência de seis meses. No entanto,com muita força de vontade, conseguiu combater a morte e, hoje em dia, a doença que lhe mudou a vida, está em fase de remissão. Paula Amorim diz que decidiu escrever a sua experiência não só para dar m novo ânimo a todos quantos lidam com o cancro, mas também porque as receitas vão reverter a favor das crianças internadas no IPO do Porto.
Um dos momentos que está retratado neste livro foi aquele que, de acordo com Paula Amorim, foi o pior dia da sua vida, o dia em que lhe diagnosticaram um cancro. Portadora e uma força notável, Paula Amorim encara agora a vida de uma forma diferente e, embora não totalmente curada, garante que vai dar continuar a dar luta ao cancro. Histórias que
podem ser lidas no livro ;Luta Titânica - Eu e o Cancro."

Este texto foi retirado de um fórum sobre Arcos de Valdevez, terra natal de Paula Amorim.
Hoje fiquei muito triste, quando tomei conhecimento da sua morte. Já várias vezes lhe tinha telefonado sem nunca obter resposta, assim como dos emails, que habitualmente o fazia.
Dizia que estava um bocadinho menos bem, mas nunca pensei em tanto. Paula deixou-nos em Março deste ano, mas vai ficar sempre no coração de quem a conheceu e até de quem só ouviu a sua voz.
Paz à sua alma.

quinta-feira, agosto 20, 2009

Mais uma ida ao hospital

Ontem foi dia de consulta de cirurgia reconstrutiva e mais uma seringadela no expansor.
O médico diz que está uma expansão muito bonita e tudo a correr bem.
O certo, é que ontem pela primeira vez, após o enchimento, fiquei com dores. A pele está cada vez vez mais esticada e já se recente.
Foi uma noite terrível para conseguir dormir. Hoje vou passar creme e com umas massagens, espero que vá atenuando. Amanhã já está novamente tudo na normalidade.

segunda-feira, agosto 17, 2009

Fim de semana em Mesão Frio





































De volta, após um fim-de-semana repleto de coisas novas e beleza natural.
Sábado de manhã, lá fomos até Mesão Frio. Eu a Margarida e a minha filhota. O tempo por cá, até estava a ajudar à viagem. Muitas névoas e fresco. Quando começámos a entrar mais para o interior, o sol escaldava e os automobilistas de final de semana, fizeram-se sentir. Ao fim de duas horas, e algumas filas de espera, lá chegámos ao nosso destino, quase derretidas.
Fui super bem recebida, pelos familiares da Margarida, pois os considero, bons amigos. Depois de nos mostrarem os nossos aposentos, começou a sessão de fotografias aos belos espaços da localidade.
A seguir ao almoço, o Paulo levou-nos até ao miradouro de S. Silvestre, de onde podemos admirar as serras circundantes e três Distritos da região. A minha filha tirou fotos até mais não. Pena o dia não estar nas melhores condições para fotografar. A tarde foi passada na piscina em amena cavaqueira e boa disposição. Só a Margarida não foi ao mergulho. Segundo ela, a água estava fria. Imaginem! Desculpa mais esfarrapada. À noite fomos ver o fogo-de-artifício à Régua, nas margens do rio Douro. Foi espectacular e à meia-noite a temperatura era de 27º junto ao rio. Desde o espectáculo do fogo, até a toda a imensidão de gente que estava espalhada pela encosta do rio, foi um espectáculo digno de ser visto.
No domingo, fui dar um passeio a pé com a Margarida, enquanto todos se iam refrescando com uns bons mergulhos. A meio da tarde lá viemos de regresso a casa, passando por Amarante, para uma visita ao Convento de S. Gonçalo e comprar os doces da região, como não podia deixar de ser. Mais umas tantas fotos e lá voltámos a casa, mais enriquecidas e renovadas para mais uma semana.
Não podia deixar de agradecer publicamente, a forma como nos receberam e a simplicidade, de quem sabe ter e respeitar o próximo.
Para vos aguçar o apetite, a visitar as terras do Douro, nada como umas belas imagens.

quinta-feira, agosto 13, 2009

À Menina dos olhos cor de água

Esse TGV vai chegar e vais embarcar numa viagem em que vais resistir a todas as intempéries que ela te vai trazer. Umas mais leves outras menos, mas vão sendo vencidas passo a passo.
Cada minuto passado, cada hora, cada dia, vai sendo a vitória, de quem por outra tempestade já passou. Por vezes chego a pensar, porque razão isto acontece. Será que estamos a ser postas à prova? Mas porquê? O que temos de tão bom ou tão mau, para que sejamos aprovadas desta forma?
Não falo de cor, pois a vida já me pregou várias partidas. Todas foram vencidas e continuarei a lutar, para mais vencer, se assim ela me ditar.
Chorei, gritei, disse palavrões, revoltei-me contra tudo e contra todos, mas de nada resolveu. A vitória somos nós, o nosso querer mais, do que quem nos quer mal ou bem. A mão, o braço, o abraço, está aqui sempre que for necessário. Não são precisas palavras, basta apenas um olhar ou um abraço.
Para tod@s, um abraço muito apertadinho, e um muito especial, para a Nicha.

segunda-feira, agosto 10, 2009

Mais uma semana e boas notícias







Sem que nos apercebamos, o tempo passa num ápice. Foi uma semana cheia de coisas boas e bons encontros. Apesar de o tempo não ter estado muito agradável para fazer praia, há sempre outras alternativas, nem que seja para reorganizar a papelada e fazer uns passeios pelos locais que temos tão perto e não lhes damos o seu devido valor.
Pois num desses passeios, fomos até à praia da Barra, tomar um bebida com a Isalenca e os seus familiares. Disse fomos, porque o grupo era de arromba: Margarida, Isa Alegria e o marido Quim, Naty e eu. Foi uma tarde muito agradável, onde o riso imperou sem parar.

À noite fomos ver o filho da Naty actuar numa colectividade em Pardilhó, por sinal um espectáculo muito interessante. Festejavam-se os 75 anos do A C D Saavedra Guedes, um dos clubes recreativos da localidade. O espectáculo foi muito agradável, mas emocionante foi a canção que o Miguel dedicou a mim e à Margarida, no meio de toda a audiência. A célebre SHE de Frank Sinatra.
Domingo, fomos ao Europarque, para ver mais uma feira de Outlet de roupas, carros e motos.
Foi a decepção total. Já várias vezes lá tenho ido e as compras têm sido óptimas, desta feita, quase nada de trapinhos, motos umas seis e carros, nada que valesse a pena.
Desiludidas com os 2€ de entrada, fomos ver os enormes peixes que abundam no lago e terminar a tarde na Viagem Medieval, dia de encerramento.
Tenho uma certa fé que esta semana vai dar para fazer uma praia, de guarda sol claro.
Mas o mais importante, é que a Margarida foi hoje ao médico, para saber o resultado das análises e está tudo bem. Lá para Janeiro vai deixar de tomar o comprimido.
Agora é que vai ser uma semana.....................


sábado, agosto 08, 2009

Raul Solnado, o homem que me fez chorar com o riso e por quem hoje choro.


Morreu o actor Raul Solnado

O actor Raul Solnado morreu hoje às 10h50, aos 79 anos, na sequência da evolução de um quadro clínico Cardio-Vascular grave, informou a Direcção Clinica do Hospital de Santa Maria, em Lisboa.Raul Augusto de Almeida Solnado nasceu em Lisboa a 19 de Outubro de 1929. Entrou no mundo do teatro em 1947, enquanto actor amador, no Grupo Dramático da Sociedade de Instrução Guilherme Cossul.Mais tarde, em 1952, profissionalizou-se e começou a construir uma carreira como artista de variedades e teatral, não pondo de lado a sua via humorística na rádio e na música.Em 1960 adapta para português um sketch do espanhol Miguel Gila - "A Guerra de 1908" - e, em 1961, interpreta-o na revista "Bate o Pé", no Teatro Maria Vitória em Outubro de 1961.A sua passagem pela televisão ficou marcada pelos programas "Zip Zip", "A Visita da Cornélia" ou ainda "O Resto São Cantigas".Pelo seu contributo, Raul Solnado recebeu, a 10 de Junho de 2004, a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique.Até à sua morte foi director da Casa do Artista, em Lisboa, instituição que fundou em 1999 juntamente com outros actores.

Paz à sua alma.

quinta-feira, agosto 06, 2009

Por onde tenho andado e com quem














































Por aqui as coisas vão indo com normalidade.



A praia que estava programada para esta semana, não passou de programa, pois o tempo não ajuda.


Com todos os afazeres que tenho tido nestas últimas semanas, o tempo para postar tem sido menos. Mas nem por isso quero deixar de vir dando notícias de vez em quando.


Para vos deliciar, ficam algumas fotos dos locais por onde tenho andado nestes últimos dias.


Continuação de boa semana.

sábado, agosto 01, 2009

Viagem Medieval




















Cá estou eu de novo, após uns dias de ausência.

As horas do dia, são poucas, para tudo que me solicitam. Sei que algumas pessoas, de quem muito gosto, têm ficado para trás mas não estão esquecidas. Prometo que vou aparecer com mais frequência, durante o mês de Agosto.

Não queria que passasse em branco, algumas coisas que aconteceram nesta semana.
Tirando as habituais idas ao hospital, também decidi consultar um osteopata, para endireitar um pouco mais o esqueleto, o que por sinal, está a dar muito bom resultado.

Na passada quinta-feira lá fui eu e a Margarida até ao Porto, para vermos o Sea.Life. Eu comprei os bilhetes pela net no dia anterior, mas a Guida tinha dois gratuitos. Lá fomos nós após o almoço e antes de termos consulta.

Chegadas à Foz do rio Douro, onde está situado, o dito oceanário, os bilhetes gratuitos ficaram em casa. Bom, lá foi a minha filha com a Maria, graças aos meus bilhetinhos, porque a fila. para adquirir o bilhete na hora, dava uma senhora volta.

Então, lá foi o par de jarras até à esplanada da Foz, para um lanchinho e assistir a um casting para o Corte Inglês.
Nada mal se estava, naquele aparsível espaço.

De regresso a Ovar, passámos pela Feira Medieval, dia de abertura, para comer uma sandosca de porco na brasa e umas papas de serrabulho.
Como sempre, desde há alguns anos, esta feira é digna de ser visitada. Desde já o convite para quem não conhece e não só. http://www.viagemmedieval.com/ ,
Foi uma noite muito agradável. O mais interessante penso eu, foi que consegui chegar perto de um cavalo, quase 30 anos depois de um valente susto. A Margarida montou a cavalo, o que já não fazia há mais de 20 anos. Não é que a garina não perdeu o jeito!!!!!

Deixo algumas fotos da nossa tarde de quinta feira.

Não queria deixar de vos dizer que no dia seguinte, voltei á Feira Medieval para me encontrar com a Isalenca, os seus filhotes e sobrinhos. Foi muito bom e eles estavam encantados com tudo o que tinham visto e mais ainda havia para ver.
Mais uma vez a minha reconstrução está a correr lindamente, segundo informação do médico, só me resta mesmo aguardar pela próxima intervenção.
Um bom fim de semana para todos e muito especialmente para quem está em tratamento ou em recuperação.