segunda-feira, junho 28, 2010

Relato de uns dias bem preenchidos...............



Nestes últimos dias, as novidades e os acontecimentos têm sido alguns. No entanto a vontade de escrever não tem sido muita, assim como o tempo. Como estamos a iniciar um período de férias para a maioria de nós e para que não fiquem sem notícias, aqui vai um pequeno relato destas duas últimas semanas.


No dia 19 tivemos o privilégio de estar presente numa sessão fotográfica com os DDiarte em Rio Maior, para mais uma promoção de Rosa Esperança, o que foi super agradável. Ainda houve tempo para um passeio até Salir e S. Martinho do Porto, na companhia da Cacilda, Manuela, Alda e Zé Manel, onde passeámos um pouco na marginal para ver o por do sol e comemos um crepe com uma deliciosa bola de gelado.

No dia seguinte um passeio pelas Salinas de Rio Maior, as quais já tive o privilégio de mostrar no Facebook, e um almocinho de ensopado de borrego. Como se não bastasse um final de semana tão recheado, o S. João foi festejado em amena cavaqueira, a convite da Isabel Alegria, com os seus familiares e amigos. Sardinha, fêveras e broa não podia faltar nesta tradicional festa.Como não podia deixar de ser, ainda passámos pelo largo de S. João de Ovar para assistir ao final do espectáculo que lá decorreu. Não sendo nada amante de futebol, alinhei com a companhia a ir ver o jogo de Portugal x Brasil, no estádio improvisado do Dolce Vita, por sinal super divertido e sem o barulho das vuvuzelas. Como no verão os aniversários são muitos, a festinha de anos da minha sobrinha Mariana e para acabar em grande, no sábado o aniversário da Margarida, como sempre, casa cheia e a companhia sempre agradável.

E são estes alguns dos acontecimentos dos últimos dias, agregados ao stress e angustia nas horas de exame da minha filhota que tão ansiosamente aguarda pelos resultados. A semana que hoje começa, será para tratar de assuntos relacionados com a minha situação profissional assim como alguns exames médicos de rotina que não se podem descorar.

Para que não seja só escrita e alguém ache massador, deixo-vos algumas fotos para se deliciarem. Uma boa semana para todos.

terça-feira, junho 15, 2010

Massagem Shiatsu


A massagem Shiatsu proporciona uma prática de reeducação física e mental através da sensibilização de todos os pontos energéticos do nosso corpo, na busca de uma saúde plena e satisfatória.
A teoria do Yin-Yang, divisão do mundo em duas forças ou princípios
fundamentais, interpreta todos os fenómenos em opostos complementares.
Utilizando as leis de relação entre essas energias procura-se equilibrar
essa dualidade e obter harmonia entre elas.
A fim de obter o reequilíbrio foram desenvolvidas diferentes técnicas para
eliminar energia em excesso, desbloquear energia estagnada, distribuir energia
harmoniosamente, e absorver maior quantidade e qualidade de energia.
É uma técnica de massagem oriental que percorre os fluxos de energia no corpo (meridianos). O terapeuta utiliza os dedos, as palmas das mãos e os cotovelos para aplicar a pressão.
A massagem Shiatsu proporciona uma prática de reeducação física e mental através da sensibilização de todos os pontos energéticos do nosso corpo, na busca de uma saúde plena e satisfatória.
Portanto o Shiatsu é uma técnica tonificante que promove a harmonia da energia (chi) no corpo.
Os benefícios são os mais diversos. Ele ajuda a combater: as dores na coluna, os distúrbios gástricos, enxaqueca, tensão pré-menstrual, nervosismo, insónia, irritabilidade, stress entre outros.

É um excelente meio de cuidar da saúde. Hoje foi o que tive necessidade de fazer, após dois longos e complicados dias. Aconselho a quem poder e tiver essa possibilidade que de quando em vez, se disponha a fazer uma massagem para revitalizar o corpo e a mente.

segunda-feira, junho 14, 2010

Quando a luz se apaga...............


Manhã de domingo, dia de Santo António. O telemóvel emite o som de mensagem a chegar.
A minha filha lê e de imediato diz: mãe o AR morreu. O choque foi brusco, descomunal, sem sentido, não sei como explicar. Ligámos para confirmar o que não queríamos acreditar. Na realidade era verdade. No dia anterior uma dor na zona lombar, como se de uma cólica renal se tratasse. Foi ao hospital, regressou a casa e pouco depois voltou novamente. Ainda houve a tentativa de estagnar a hemorragia, mas tarde demais. Aneurisma da Aorta Abdominal, uma doença silenciosa e fatal.
O dia hoje não foi fácil. Quando os amigos partem sem que possamos fazer nada, fica-nos uma sensação de vazio e impotência. Acredito que a força que sempre o moveu e o fez lutar por tudo que conseguiu, está algures a olhar por todos nós e a transmitir a maior força a quem dele tanto dependia emocionalmente. Um grande abraço às três mulheres da sua vida.
Descansa em paz. AR

sábado, junho 12, 2010

Um pequeno grande almoço











Apesar de o dia de ontem não ter sido muito airoso, foi o suficiente e no ponto certo, para mais um pequeno grande almoço. A cidade de Espinho foi a anfitriã de tal evento.
Eu e a Isalenca , rumámos ao local marcado de comboio, que desta feita não teve qualquer atraso. Quando chegámos à estação de Espinho, já estava a nossa querida Laurinha e o seu marido Victor, à nossa espera. Sempre pontuais. Foram beijos, abraços, um matar de saudades que são sempre muitas, apesar de nos falarmos com frequência. A Cármen, mais uma vez ficou impedida de estar presente por um pequeno imprevisto.
Conversa e mais conversa, como sempre acontece, com muitas fotos à mistura para mais tarde recordar. Almoçamos as três num restaurante da marginal com vista para o mar. O almoço de arroz de polvo com grelhos, acompanhado por umas cervejolas e um café para rematar, durou mais de duas horas. Conversámos, rimos, as lágrimas também vieram espreitar nos nossos olhos e muitas fotos, como já é habitual.
Quando saímos para dar uma volta pela marginal, a Laura telefonou ao marido para que viesse ter connosco e pagasse um chá na esplanada, para ajudar a fazer a digestão. O Victor, sempre muito solicito, veio de imediato.
Como Espinho é uma praia um tanto ventosa, procurámos uma esplanada abrigada com vista para o mar e que pudéssemos usufruir do ameno sol que se fazia sentir. Só mesmo a famosa geladaria e salão de chá “O Esquimó”.
Imaginem a galhofa e a brincadeira que logo se instalou por causa do dito chá. Não sei se conhecem, mas em Espinho o chá serve-se às bolas e de diversas variedades. Duas bolas eram pouco, três talvez fossem muito…com cereja ou não, um sei lá de esquisitices e nunca mais chegava-mos a um consenso. Lá pedimos ao empregado que nos tirasse uma foto para que pudéssemos mostrar a todas o chá tão agradável que o marido da Laura nos ofertou.
A caminho da estação, passámos pelo novo espaço da cidade, antiga linha férrea, onde irão decorrer durante o período do mundial de futebol, as tasquinhas com um imenso ecrã, para que todos possam assistir aos jogos em plena cavaqueira.
E num ápice o dia estava a chegar ao final, assim como a hora do comboio. Foi um almoço e uma tarde muito agradável que tenho a certeza se vai repetir muito em breve.
Obrigada Laura, Victor e Isalenca.

segunda-feira, junho 07, 2010







Mais um fim-de-semana e muita coisa para contar. Com um programa de festas por Ovar e arredores, tive óptimas visitas. No sábado o almoço na praia do Furadouro com a Paula, o Zé (marido da Paula) e a minha filhota, soube às mil maravilhas com o cheirinho a maresia e a lulinhas que tão bem nos souberam. Depois do almoço fomos até à praia da Torreira, pela estrada ao longo da Ria de Aveiro, onde visitámos uma exposição de artesanato e tomámos umas belas águas na esplanada da praia.
Eis senão quando, a nossa amiga Nela telefona a convidar a Paula para jantar, o que a mesma disse, só se fosse em Ovar. Lá vieram os dois de charolas para jantar uns grelhados no tasco do Valente. Ainda com barriga para mais alguma coisita, fomos à Feira do Doce e comer aquelas iguarias que só esta região tem. Ovos e mais ovos bem docinhos. A noite foi acabar em casa da Margarida com chá e café para ver se o enjoo passava.
Na manhã seguinte visitámos a Feira da Flor, tirámos algumas fotos e lá fomos até terras de Santa Maria para uma visita ao belo castelo e seus jardins. A coisa não correu como programado porque a Nela não estava muito bem-disposta. Regressámos a Ovar onde ficou o carro e lá foram devagarinho até Lisboa.
Nós fomos almoçar e continuámos o nosso programa, com a tal visita e assistimos ao teatro de rua que decorria no interior do Castelo. Foi uma tarde de cultura, para conhecer a título de brincadeira a origem do nosso País.
Soube a pouco, mas deu para relaxar e fazer coisas diferentes. Lá para o final de Julho, vem a Feira Medieval, e aí sim, estão todas convidadas a uma visita à época dos Afonsinhos.
Uma boa semana, que eu volto lá para o final com mais novidades.

quinta-feira, junho 03, 2010

Casos de cancro podem duplicar até 2030

Casos de cancro podem duplicar até 2030
Por:SÁBADO
3 JUNHO 2010

O número de casos de cancro e mortes daí resultantes pode vir a duplicar nas próximas duas décadas, alertou a Organização Mundial de Saúde (OMS) na quarta-feira. As estimativas da OMS baseiam-se no crescimento demográfico e no envelhecimento da população. A zonas mais desenvolvidas serão mais afectadas, com cerca de metade dos casos na Europa. Actualmente, os cancros do pulmão, mama e colorrectal são os mais comuns, enquanto que os mais mortais são o cancro do pulmão, estômago e fígado. Estas previsões são um “desafio imenso para o Serviço Nacional de Sáude”, alertou Jorge Espírito Santo, presidente do Colégio de Oncologia da Ordem dos Médicos, à TSF. “O caso português poderá ser ainda mais problemático” porque o país está “mais atrasado em relação a medidas correctivas”, disse. O cancro mata todos os anos 25 mil pessoas em Portugal e no mesmo período são diagnosticados 50 mil novos casos.

Esta notícia está na Sábado e como todos sabemos é uma realidade à qual não estamos alheios. Dá-me vontade de questionar os dirigentes deste País, quando tomam medidas que em nada ajudam a resolver esta situação, muito pelo contrário, agrava cada vez mais. Redução de horas à classe médica, apenas menos de 4% do orçamento destinado à saúde vai para as doenças oncológicas, a invalidez é permanentemente recusada a quem a solicita o que agrava a situação da doença, toda a conjuntura está cada vez mais virada para que o cancro aumente a uma velocidade cavalgante.
Agora pergunto eu. Será que toda a informação de prevenção que é passada na comunicação social, assim como os testemunhos que são dados, nos quais eu me incluo, são uma esperança para o futuro?
A vida é cada vez mais cruel e muitas das situações de cancro que aparecem, são provocadas por distúrbios do sistema nervoso e do stress do dia-a-dia. Qual a esperança para as gerações que estão neste momento no seu auge, quando o que de bom já se faz neste País está querer ser reduzido? Eu não queria pensar que só quem tem possibilidades económicas ou subsistemas de saúde, poderá de futuro vir a ser tratado com dignidade.
A saúde é a maior riqueza que temos. Por favor, ao menos tenham um pingo de sensatez e revejam o que estão a fazer Senhores Governantes.

terça-feira, junho 01, 2010

Dia 1 de Junho


"Ser criança é acreditar que tudo é possível.

É ser inesquecivelmente feliz com muito pouco.

É se tornar gigante diante de gigantescos pequenos obstáculos.

Ser criança é fazer amigos antes mesmo de saber o nome deles.

É conseguir perdoar muito mais fácil do que brigar.

Ser criança é ter o dia mais feliz da vida, todos os dias.

Ser criança é o que a gente nunca deveria deixar de ser."



O primeiro Dia Mundial da Criança foi em 1950. Após a 2ª Guerra Mundial, em 1945, os países da Europa, Oriente Médio e China, entraram em crise. As populações destes países viviam muito mal, em especial as crianças. Os adultos estavam preocupados em retornar a sua vida cotidiana normal, relegando a educação a último plano. Muitos ficaram órfãos, e muitos que tinham ainda seus pais vivos tiveram de ir trabalhar pesado para contribuir para o sustento da família.Foi quando em 1946, a ONU (Organização das Nações Unidas), começou a tentar mudar esta situação, deu-se então o surgimento da UNICEF que é conhecida mundialmente pelo que faz pelas crianças em todo o mundo!Apesar de todos os esforços na altura, ainda era difícil fazer com que o mundo olhasse para os direitos das crianças, então em 1950 a Federação Democrática Internacional das Mulheres, propôs a ONU que fosse criado um dia dedicado as crianças em todo o mundo. * Este dia foi comemorado pela primeira vez em 1 de Junho de 1950.



Será que só neste dia nos lembramos das crianças?????

Todos os dias são dias da criança, do homem, da mulher, do idoso, todos os dias têm de ser vividos como os mais importantes e únicos na nossa vida.