sábado, junho 12, 2010

Um pequeno grande almoço











Apesar de o dia de ontem não ter sido muito airoso, foi o suficiente e no ponto certo, para mais um pequeno grande almoço. A cidade de Espinho foi a anfitriã de tal evento.
Eu e a Isalenca , rumámos ao local marcado de comboio, que desta feita não teve qualquer atraso. Quando chegámos à estação de Espinho, já estava a nossa querida Laurinha e o seu marido Victor, à nossa espera. Sempre pontuais. Foram beijos, abraços, um matar de saudades que são sempre muitas, apesar de nos falarmos com frequência. A Cármen, mais uma vez ficou impedida de estar presente por um pequeno imprevisto.
Conversa e mais conversa, como sempre acontece, com muitas fotos à mistura para mais tarde recordar. Almoçamos as três num restaurante da marginal com vista para o mar. O almoço de arroz de polvo com grelhos, acompanhado por umas cervejolas e um café para rematar, durou mais de duas horas. Conversámos, rimos, as lágrimas também vieram espreitar nos nossos olhos e muitas fotos, como já é habitual.
Quando saímos para dar uma volta pela marginal, a Laura telefonou ao marido para que viesse ter connosco e pagasse um chá na esplanada, para ajudar a fazer a digestão. O Victor, sempre muito solicito, veio de imediato.
Como Espinho é uma praia um tanto ventosa, procurámos uma esplanada abrigada com vista para o mar e que pudéssemos usufruir do ameno sol que se fazia sentir. Só mesmo a famosa geladaria e salão de chá “O Esquimó”.
Imaginem a galhofa e a brincadeira que logo se instalou por causa do dito chá. Não sei se conhecem, mas em Espinho o chá serve-se às bolas e de diversas variedades. Duas bolas eram pouco, três talvez fossem muito…com cereja ou não, um sei lá de esquisitices e nunca mais chegava-mos a um consenso. Lá pedimos ao empregado que nos tirasse uma foto para que pudéssemos mostrar a todas o chá tão agradável que o marido da Laura nos ofertou.
A caminho da estação, passámos pelo novo espaço da cidade, antiga linha férrea, onde irão decorrer durante o período do mundial de futebol, as tasquinhas com um imenso ecrã, para que todos possam assistir aos jogos em plena cavaqueira.
E num ápice o dia estava a chegar ao final, assim como a hora do comboio. Foi um almoço e uma tarde muito agradável que tenho a certeza se vai repetir muito em breve.
Obrigada Laura, Victor e Isalenca.

8 comentários:

Natália disse...

Pois é Cinda
Já tinha visto algumas fotos no face.
Belo chá,destes é que eu gosto e tenho a certeza que não engorda nada...que pena eu não estar aí nessa mesa.
As meninas como sempre estão lindas e bastante divertidas.
Beijinhos e bom fim de semana.

laura disse...

*****

Já há muito tempo que não me divertia tanto, e o meu marido alinhou... é sempre assim faz-se de esquisito mas depois gosta, já lhe conheço o fraco.
Primeiro armou-se em forte que ficava no Porto que ia tratar duns assuntos mas no caminho eu propus-lhe que fosse até Espinho e como ele não gosta de conversas de mulheres que almoçasse por lá e pela tardinha encontrávamo-nos. Alinhou e pensou ir até ao Aéro club da Costa Verde, etc.etc... Bem, lá fomos os dois esperar as meninas e eu a perceber que ele queria mas era "atrelar-se". E foi mesmo depois das três juntas um castigo para ele despegar... quase o empurrava, o que valeu foi a Cinda ir cuscar para uma loja, aí então "descolou" que lá andar nas lojas não é com ele.
Foi só rir, que estas três "juntas" são uma verdadeira "vergonha" .
Lá se comeu o arrozinho de polvo que não estava mau, no fim eu tive um sentimento de "arrependimento" e "sugeri" que não era pior se telefonasse ao marido a ver se ele "gostaria... de nos pagar um cházinho..." é preciso ter lata, tinhamos acabado de tomar café!!!!

Fez-se LUZ ao pobre homem que tinha sido abandonado à sua sorte... Estava perto e viria ao nosso encontro...
Tratámo-lo bem. Fomos para o "Esquimó" e de "chá" passámos para um "geladinho". Repararam no tamanho do gelado???
Realmente há gente para tudo...

Resultado: Foi um dia muito bom para mim e meu marido e penso que também para as duas "meninas".

Mas isto não fica assim... breve vamos repetir. Aceitam-se inscrições.

Beijinhos,
laura

Nela disse...

Gandas malucas! Laurinha, já tenho saudade de te ver e estar contigo...
Que bem que sabem estes encontros, não é?
Muitas beijocas e até breve, espero!

IsaLenca disse...

Pois foi tal e qual tirando alguns pormenores: onde estávamos dávamos nas vistas...a boa disposição transbordava e as vozes altas...expulsavam os mais assustadiços! E, ainda para mais, onde quer que fossemos tinhamos de cravar alguém para nos tirar fotos de grupo- pelo menos com duas máquinas. Nesta matéria merece palmas o empregado do Esquimó que nunca largando a bandeja consegiu, com uma mão apenas, tirar as fotos de grupo....e o Victor coitado, de tanto ir deixou cair gelado na camisa, a Laura com arroz no decote e a Cinda com pingos de chocolate nas pernas. Eu fui a única limpinha e que tem modos a comer...pois então!! Mas, como tenho um vício danado pelos cigarros não é que com o vento a beata se pespegou no meu casaco, ficou mesmo grudada e fiquei com um buraco na manga!! Ai meu Chanel!! Foi preciso ir a Espinho dar cabo do meu Chanel!! Prá próxima - qual chá, qual gelado, qual quê?? Quero um Chanel!! Pois é. Não há mesmo modos.

De tal forma que no final a Laura estava sempre cheia de pressa para nos meter no comboio- estava com medo que eu e a Cinda ficásemos por lá e que ela e o marido nunca mais divessem descanso!! Granda Victor...já não bastava a mulher dos olhos azuis e ainda mais as malucas das amigas!!

Finalmente, nas escadas de acesso ao comboio mais um pedido de foto - sorte a nossa que ainda há pessoas sérias e que ninguém fugiu com as máquinas!! Para alívio da Laura, lá nos despachou e...prometemos repetir mais vezes, o mais breve possível!! Adorei!!

IsaLenca disse...

E...para continuar...hoje a Carmen, a de Bizet, como ontem não pode ir veio ter comigo à Barra e fomos almoçar à esplanada da praia com a minha mãe e filhotes. Conversámos e comemos e conversámos. Mas, como ela não gosta de fotos não houve paparazzi por lá. Depois ainda fomos as duas ficar em amena cavaqueira o resto da tarde- demos uma volta pelo passadiço, fomos ver os pescadores- ainda nos sentámos a olhar a ver se alguém nos oferecia o jantar- mas acho que não havia ainda peixe nas canas. Bom, lá fomos as duas, bem entretidas e a falar e a falar, a matar as saudades. Penso que todas as meninas foram mencionadas e lembradas- daí hoje terem estado com as orelhas a ferver- ainda tivémos esperança que lá fosses ter- mas não deu. Paciência. Logo que possamos lá estaremos novamente juntas- tudo serve de desculpa para nos vermos.

E amanhã acaba-se a minha estadia por cá e regresso para junto do maridão. Há que aterrar e...segunda, ir trabalhar!!

Um excelente domingo a todas. Bjs

May Alek disse...

Então a menina Isalenca está a passear sem o maridão! Que coisa boa, de vez em quando é sempre bom dar umas férias ao menino. Ou é ao contrário?
Adorei ver a Laura e saber que seu marido está bem.
Boa semana para voc~e, Cinda.
Beijocas

Alda disse...

Que bem...E eu com vontade de estar aí ao pé de vós!
Beijokas

Gigi disse...

para a próxima bem que me podiam convidar, para ir de comboio, estou sempre disponível.

beijocas grandes de inveja.