quinta-feira, janeiro 20, 2011

Partida................

Por vezes a nossa vida é tão agitada e complicada que nem conseguimos ver que há amigos quase desconhecidos
Moramos quase na mesma rua, frequentamos os mesmos lugares, conhecemos as mesmas pessoas e só quando estamos menos bem ou alguma coisa menos boa nos acontece, descobrimos que eles existem.
O João, sempre passou por mim na rua e cumprimentava com uma saudação efusiva e eu correspondia.
Quando em Setembro de 2006, me viu sem cabelo, ficou chocado e eu vi que as lágrimas lhe escorreram pela face. Nessa altura eu respondi-lhe que estava tudo bem,e só tinha que ir à luta.
Sempre  que nos cruzávamos fazia um aceno e com o polegar eu respondia-lhe.
Cerca de dois anos depois, começo a encontrar-me com ele na sala de espera do hospital e estávamos os dois na luta. Ao João foi-lhe diagnosticado cancro na garganta. Neste último ano, encontrávamos-nos quase  todos os dias no café do meu prédio, onde passava grande parte do tempo, pois apenas conseguia fazer-se entender através do movimento dos lábios, porque a voz já tinha desaparecido.
Hoje quando entrei na padaria, ouvi um amigo comentar com outro: "Ó pá, já sabes do João?".
Não sei porquê,mas veio-me ao pensamento o João, que eu já não via há alguns dias.
Fui até à praça,  onde habitualmente estão afixados os óbitos e deparo-me com a sua foto.
Hoje o João partiu, depois de o maldito o ter visitado depois de mim, de me ter dado força e sempre com uma garra muito grande.
Paz à sua ALMA.

12 comentários:

maguie disse...

*

bjs

Alda disse...

*

IsaLenca disse...

* Por todo o lado e muitas vezes realmente nem nos apercebemos.

Lina Querubim disse...

* lamento Cinda

Nela disse...

*

Beijinhos

imel disse...

*
um abraço

O Baú do Xekim disse...

Olá.

Um lindo e saudável fim de semana.

Abraços.

Natty disse...

Muita Luz e Paz.

Um grande Xi coração e fica bem, Cinda.
natty

Geninha disse...

*
O maldito anda por todo lado.


Beijinhos

Guida Palhota disse...

*

Gatapininha disse...

*

Anónimo disse...

Um abraço Cinda.
Cacilda