sexta-feira, maio 18, 2012

Mais uma estrelinha no céu

Não esperas-te pela minha gelatina e já não conversámos como combinado.
Vou guardar sempre o teu sorriso, quando brinquei com o teu tesouro.
Não te deixaram sofrer porque não merecias.
Descansa em Paz * G - - - - - - A.

quinta-feira, maio 17, 2012

Mas porquê??? Ainda continuo a perguntar .......

Estou sentada em frente ao computador faz algum tempo e não sei como começar a escrever o tanto que tenho para contar e deitar para fora toda a revolta que sinto contra o sistema de saúde que temos.
Há um ano e meio a G_ _ _ _ _ _  _ teve o seu terceiro filho, uma menina linda e saudável. Como muitas mulheres, o mamilo não estava saliente para que pudesse amamentar e foi-lhe retirado o leite através da bomba, onde nessa altura houve sangramento. As coisas ficaram por ali mesmo. O tempo foi-se passando e o mamilo continuou invertido.  O seu estado de saúde não era lá muito famoso, sempre com uns enjoos, umas indisposições , mas nada que fizesse pensar o que se viria a concluir. Fez endoscopia, e nada havia de anormal. Uma noite sentiu um nódulo no peito direito, levantou-se e foi fazer a palpação, qual o seu espanto igual estava o esquerdo. Foi ao médico que a encaminhou para a consulta de senologia da sua área onde foi vista p+ela especialista que pediu uma biopsia com a máxima urgência, tendo a mesma sido marcada para cerca de 20 dias depois. INADMISSÍVEL. Como infelizmente o factor C continua a prevalecer,  e nestas situações graças a Deus, no dia seguinte foi fazê-la num outro hospital. Resultado: Grau V bilateral.
Os tratamentos foram logo iniciados após consulta de grupo e na passada sexta-feira, foi o primeiro que a deixou completamente de rastos, pois o fígado está demasiado afectado para suportar a agressividade da medicação.
Ontem quando a fui visitar, estava a chegar do hospital, pois a noite tinha sido muito violenta e tiveram de lhe extrair cerca de 6 litros de líquidos do abdómen. Estava de rastos mas sempre com um sorriso para a pequenina que acara de chegar do infantário, feliz por ver a mãe e satisfeita porque lhe estávamos a contar histórias e até deixei brincar com o meu telemóvel, cair no chão, ficar todo estrambulhado e ainda fazer brincadeira com tudo aquilo.
Escusado será dizer que lhe dei a maior força, pois por lá já tinha passado e já nos conhecemos há anos e até já fomos quase vizinhas.
Hoje quando lá voltei para lhe fazer um bocadinho de companhia e transmitir mais alguma energia, já tinha voltado de novo ao hospital, menos bem que ontem, e para ficar internada.
Precisamente SEIS ANOS depois de eu saber que tinha um cancro, a revolta contra todo o sistema de saúde e as negligências que se vão aglomerando perante a ignorância do comum do cidadão.
Só sei que, não sei se voltarei a falar com a G _ _ _ _ _ _ _  !!!!!!!!!!!

quinta-feira, maio 10, 2012

Linha da Frente - Informação - Actualidades RTP 1 - Multimédia RTP

Linha da Frente - Informação - Actualidades RTP 1 - Multimédia RTP

Ontem a RTP transmitiu mais um dos seus programas "Linha da Frente".
Desta feita, dedicado ao cancro da mama e como é tratado na Maternidade Alfredo da Costa.
Foi bem elucidativo, do que é para uma mulher e para a sua família, quando o cancro lhe bate à porta.
Espero que os Srs. Drs. das juntas Médicas, que tantas vezes mandam as mulheres trabalhar, porque ter tido cancro não as incapacitou, tenham visto e ouvido os médicos, as enfermeiras, as psicólogas e as pacientes falarem e tenham finalmente tomado consciência do que o cancro de mama pode fazer a uma mulher.
 Os cancros não são todos iguais e a sequelas dele resultantes, também não. É necessário que as análises sejam feitas convenientemente e não tratar as pessoas como números.
Vou acreditar que tenham visto e ouvido.

quinta-feira, maio 03, 2012

Quem espera desespera...............

Quem me conhece minimamente, sabe que sou uma mulher persistente e que não me dou por vencida quando me dizem que não tenho direito a isto ou aquilo. Mais uma vez este ano, ainda ando às voltas com a “bolsa de estudo” da minha filha. Como já era de esperar, veio novamente indeferida, porque continuam a não fazer as coisas como devem ser e a não elucidar quem as tem que fazer devidamente, ou também não estão para estar com esse trabalho.


Este ano, ainda foi mais grave a razão do indeferimento: dívidas para com a segurança social e acima do limiar de pobreza.

Acreditem que me apeteceu dar umas boas gargalhadas, eu que nem desconto para a segurança social e no limiar da pobreza, certamente não ia conseguir ter a minha filha na faculdade a 30km de casa, pagar transportes, alimentação e tudo o mais que temos para pagar com um estudante universitário. Lá tive que voltar a apresentar toda a papelada, provar que desconto para a CGA e ainda perder duas manhãs na segurança social para passarem uma declaração como nada devia.

Posto isto, toda a documentação foi enviada no devido site, com a indicação do porquê do recurso apresentado. Isto ocorreu a 30 de Janeiro de 2012, desde então nada foi dito por parte dos serviços sociais da faculdade, tendo eu sempre o cuidado de ir vendo a situação, estando a dita “bolsa de estudo” sempre em análise e as cadeiras todas feitas, notas afixadas, no mínimo estranho, achei eu.

Na passada segunda feira, a rapariga lá foi para estágio com tudo direitinho e a meio da tarde, recebe um telefonema da secretaria a pedir que fosse com a maior urgência entregar a documentação.

Hoje ao fim de, quase cinco horas, lá consegui entrar em contacto com a pessoa responsável pelo processo e agendar para amanhã às 11,00h.

Fiquemos a aguardar o desfecho……….

ps: o segundo ano já está feito e ainda não sabe se será bolseira ou não.